segunda-feira, 31 de outubro de 2011

CRIME BÁRBARO: MULHER MORRE AO SER ARRASTADA POR 800 MTS


video

Um acidente, por volta das 5h30min de sexta-feira, abalou a população de Lages. Após a colisão entre um Chevette e uma motocicleta próximo ao viaduto do bairro Penha, a caroneira da moto foi arrastada por cerca de 800 metros e morreu. O  condutor do veículo estava visivelmente embriagado e foi preso em flagrante.


De acordo com informações da PM e de testemunhas, Elias Alves Branco, 23 anos, havia buscado sua esposa, Valdirene Souza, 23 anos, no trabalho. Na volta para casa, o casal, que estava em uma motocicleta Dafra Apache/150, placas de Lages, se envolveu em um acidente com um Chevette, cor marrom, placas de Lages, próximo ao viaduto do bairro Penha.


O Chevette colidiu na motocicleta arremessando, Elias , mas Valdirene ficou presa no eixo do carro. Ela foi arrastada, deixando um rastro de sangue, por cerca de um quilômetro, até a Rua Esperanto, sentido bairro São Miguel, ocasionando sua morte.


Segundo o relato de uma testemunha, para desprender o corpo do veículo, o motorista, Nelci Marcelino de Jesus, 35 anos, havia provocado a patinação do carro. Depois que o corpo foi solto, ele fugiu do local, sem prestar socorro.


A Guarnição PM dos Soldados Leonardo e Marcanzoni faziam rondas Próximo ao local, quando foram abordados por populares que horrorizados relataram que um Chevette teria atropelado uma pessoa e a estava levando arrastada em baixo do carro.
Após rondas no bairro São Miguel, a PM localizou o referido veículo que ao avistar a viatura fugiu em alta velocidade sendo acompanhado pelos policiais, até o momento em que Nelci abandonou o carro e saiu correndo e tentou entrar na residência de parentes quando já no portão da casa, foi alcançado pelos PM´S, Nelci ainda tentou agredir os policiais, mas acabou  dominado e algemado. O motorista foi preso em flagrante e encaminhado à Central de polícia. Nelci negou-se a fazer o teste de bafômetro, mas apresentava sinais visíveis de embriaguez.


O marido de Valdirene ficou no local do acidente, foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado com escoriações leves para a emergência do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. O corpo de Valdirene foi levado para o Instituto Geral de Perícias (IGP).




Foto: Correio Lageano

Nenhum comentário:

Postar um comentário